Como foi viajar pela Bolívia

Esse ano viajamos por 3 países da América do Sul, neste post vou detalhar como foram nossas experiências pela Bolívia.

Entramos na Bolívia pelo Salar de Uyuni, fizemos a travessia partindo do Atacama. Uyuni é uma cidade bem pequena, muito simples. Passamos somente uma noite na cidade, depois da travessia do deserto achamos melhor descansar. Conhecemos o centro e um pouco do mercado que fica perto da igreja principal, somente. No dia seguinte pegamos um voo para La Paz, o preço da companhia Amaszonas foi bom, paguei R$ 400,00 para um voo só de ida. Caso você esteja se perguntando: Vale a pena passar uma noite em Uyuni?

A resposta é não, mas combinar o fim da travessia do salar com o horário do voo pode ser complicado, a maioria dos passeios terminam antes das 14h, mas se acontecer qualquer imprevisto você pode perder o voo. Por isso preferimos dormir em Uyuni e aproveitar para descansar um pouco.

Existem outras opções para chegar em La Paz, muita gente vai de ônibus noturno ou combinam trem + ônibus, passando por Oruro, mas é uma viagem bem longa, aproximadamente 12h de “sofrimento”. Mais detalhes neste post.

La Paz, Primeira impressão

Chegamos em La Paz e a primeira impressão não foi tão boa, a cidade é rodeada de montanhas, cheias de casas, parece uma “grande favela” e o trânsito é caótico, praticamente ninguém segue as regras, tem carro para todos os lados e a preferência da rua é de quem tem mais coragem. Passei uns 3 dias para se acostumar com aquela bagunça.

Aos poucos fomos conhecendo as pessoas, um pouco da cultura e se acostumando com a cidade. Também pegamos uma época de greves, agravando ainda mais o caos no centro da cidade.

Hospedagem

Ficamos na pousada: La Posada De La Abuela Obdulia. Bem no centro da cidade, perto das agências de passeios e bons restaurantes. Muitas pousadas ficam dentro de pátios, compartilhando o prédio com lanchonetes, agências de turismo isso ajuda muito na hora de pesquisar os preços dos passeios.

Na hora de alugar um hotel fique de olho na localização, La Paz é cheia de ladeiras e você pode ficar em um hotel com acesso um pouco mais complicado.

Comidas

Antes de viajar pesquisei um pouco e chegamos a conclusão que a Bolívia não era referência em higiene, era comum viajantes ficarem com algum problema estomacal durante a visita. Fomos com cautela e não arriscamos muito na hora de provar a culinária local, encontramos bons restaurantes e atendimento maravilhoso. Também vimos alguns exemplos de comida vendida nas calçadas, sem muito cuidado. Durante a viagem não tivemos nenhum problema “estomacal”. Ufa… Mas quando voltei para o Brasil descobri que estava com Hepatite A, causada justamente por falta de higiene na preparação das comidas e na água. Claro que não tenho como afirmar se peguei o vírus na Bolívia, mas fica a dica para ter cuidado e tomar algumas vacinas :)

Passeios

Não fizemos muitos passeios em La Paz, conhecemos muitas praças e igrejas por conta própria, gostamos de andar nas cidades desconhecidas, fazer pequenas compras no comércio local, viver um pouco da cultura da cidade. Como nosso roteiro começou no Atacama e ia terminar no Peru, muitos passeios oferecidos em La Paz já fazia parte do nosso roteiro. Visitamos os seguintes locais:

  • Mercado das Bruxas (macumba)
  • Catedral
  • Praça Murillo
  • Teleféricos
  • Downhill na Estrada da Morte
  • Copacabana

Os teleféricos de La Paz estão entre os mais modernos do mundo e cobrem boa parte da cidade, existem 3 linhas que se interligam e facilita muito o deslocamento entre as partes mais altas da cidade.

Um passeio que achamos maravilhoso foi fazer o Downhill na Estrada da Morte, descer uma estrada linda de bicicleta dentro da floresta, é um pouco perigoso, mas com cuidado e sem pressa tem como curtir o passeio de boa.

Continuamos nosso roteiro seguindo viagem para Copacabana, uma cidade super pequena que fica na beira do lago Titicaca, o maior lago da América do Sul. Este é um dos destinos mais procurados, tanto para os turistas do Peru como da Bolívia. O lago fica bem na fronteira dos dois países e dividem uma paisagem única.

Fomos de ônibus para Copacabana, a viagem é bem tranquila e a paisagem é impressionante. Também passamos por uma balsa no caminho, onde tivemos que descer do ônibus e pegar uma lancha, para terminar a travessia passamos pelo controle policial do outro lado do rio.

Fizemos os passeios das principais ilhas e seguimos viagem para o Peru, ainda tivemos um último imprevisto na passagem da migração, o guarda queria cobrar uma multa, pois não tínhamos o canhoto da emigração(não recebemos na entrada do Atacama), tínhamos apenas o carimbo de entrada no passaporte, depois de uma pequena discussão eles nos liberaram sem pagar a multa e seguimos viagem de ônibus para o próximo destino.

Assim foi nossa viagem, tivemos alguns perrengues mas a viagem foi boa, conhecer um país é sempre impressionante, existem paisagens e pessoas maravilhosas na Bolívia, um país com uma cultura muito forte e costumes maravilhosos.

Boa viagem, até a próxima.

1 Comentário

  1. 8 de dezembro de 2017    

    A viagem de vocês foi super legal!!
    A Bolívia é linda e vale a pena, apesar dos perrengues… mesmo sofrendo na viagem de ônibus, só tenho boas lembranças de lá! ahahha

    abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Quem Somos?

Barroso e Márcia
Eu Barroso e minha esposa Márcia adoramos viajar e praticamos com muito empenho essa arte. Estamos sempre buscando novos rumos e montamos esse Blog para compartilhar nossas experiências e ajudar você na sua próxima viagem, leia mais...

Siga nosso Instagram

Selecionamos nossas melhores fotos para você :)

Nós utilizamos o Google Apps!

O Google Apps é um pacote de produtividade baseado na nuvem que auxilia as equipes a se comunicarem, a colaborarem e a realizarem tarefas em qualquer lugar e de qualquer dispositivo. Ele é fácil de configurar, usar e gerenciar. Assim, você pode se concentrar no que realmente importa.